Canal Bora na Obra
Vídeo by – Bora na Obra

Iremos passar aqui o mínimo que deve ser considerado para fazer orçamento de obra. E tentar ajudar quem não tem costume de levantar esse tipo de informação. E por fim, ver se o custo irá caber no bolso da tão sonhada empreitada.

Primeira dica:

Ao iniciar seu projeto de execução de obra, é de extrema importância considerar as perdas de materiais. Em geral, essas perdas são calculadas pela maioria dos profissionais de construção, em torno dos 10%.

Podendo variar pouca coisa, dependendo o item relacionado. Afinal, se você estiver muito perto de um fornecedor que possua os materiais a pronta entrega. O calculo de perda pode ser menor que o de praxe.

Mas por que devemos considerar a compra de material excedente?

Em uma obra, muitas variáveis podem acontecer. Chuva levando toda a areia pelo ralo, blocos que por algum descuido desmoronam e quebram, e esses casos são os mais simples. Porém, sempre existe a chance de algum item muito caro e de uma produção exclusiva, ser perdida. E por consequência, não ter como combinar as peças. Isso é muito comum no universo dos porcelanatos. Onde em alguns casos, compra-se no limite, e na hora H, falta algumas peças. E ao voltar ao fabricante, as novas peças já não possuem as mesmas características do lote anterior.

Sendo assim, não conte com o ovo…

Segunda Dica:

Ao compor um orçamento, trabalhe com valores reais de mercado. Faça as consultas nas lojas sobre os itens que você deseja para sua obra ou reforma. Pois o erro comum nessa hora, é de pegar médias de tabalas prontas. Ou seja, tabelas como TCPO, CPOS, SINAPI, que balizam e dá uma orientação ao mercado de construção civil. Mas essas médias são compostas pelo consumo dos materiais de todos os setores da construção. E o valor de mercado dessas tabelas é influenciado pelas grandes incorporadoras e processos de licitações.

Então, se sua obra é um caso de construção residencial ou de pequenas empreiteiras, não tem outro jeito. O ideal, é antever exatamente quais itens estarão na execução e fazer o orçamento com os valores do período presente.

E com isso, diminuir as surpresas que mesmo com todo cuidado virão.

Terceira Dica:

Para que você possa ter segurança em fazer sua obra, crie uma lista de profissionais que vão estar envolvidos na execução. Deixar na mão de um faz tudo, pode te gerar muita dor de cabeça no meio do processo. Separe sua obra por fases. E cote com cada profissional, o valor da empreitada por metro quadrado. Assim você se resguarda de complicações. Além de se programa para pagar os especialistas de cada área.

Quarta Dica:

Faça uma planilha com o memorial de calculo da sua obra. Caso não domine excel, ou outras ferramentas de planilhamento. Insira esses dados todos em uma folha de caderno mesmo. Mas com tudo bem explicado e com as condições de pagamento. Isso tudo, para ver se você consegue organizar em outra folha ou planilha, o fluxo de caixa necessário. Ou seja, o quanto irá custar por mês, e organizar o prazo de obra juntamente com sua capacidade de pagamento.

Quinta Dica:

Ao compor a organização dos custos de profissionais e materiais, não conte com os descontos que estejam lhe informando na data do seu levantamento. Pois organizar todos esses dados, leva tempo, e de um mês para o outro as condições podem mudar. Além disso, chorar descontos quando você dá inicio na sua empreitada, ajuda você a otimizar o seu orçamento. Gerando no final, uma sensação de prazer, ao invés de frustração. Afinal, ver que sua obra custou bem menos no termino, irá trazer muita satisfação e alegria.

Dica final de como fazer orçamento de obra

Se você está pensando agora, “Nossa, quanta coisa pra calcular” e acredita q isso chateia muito no orçamento de uma obra. Faça todo esse levantamento com um bom profissional da área. Assim você pode ficar mais tranquilo e só decidir se segue ou não com a obra dos sonhos.

Como no vídeo destacado aqui nesse post, com o pessoal do Bora na Obra. O Youtuber Alex Brasileiro que é da área, dá exatamente as mesmas dicas. E no caso do vídeo dele, o colega está gravando dicas para empreiteiros e mestres de obra que os seguem. Sendo assim, se essas dicas são dadas aos profissionais da área, você que quer organizar tudo para diminuir custos, terá de fazer o mesmo. E mesmo assim, as chances de dar algum erro nos cálculos, são pra lá de expressivas.

Então caros colegas do CASA Uau!! Sigam essas recomendações e se esforcem para não esquecer de nada nessa lista de orçamento para sua obra.

Esperamos que tenham gostado desse post e que possam compartilhar o post e o vídeo do pessoal do Bora na Obra.

CASA Uau!! – Arquitetura e Dicas de Decoração

Caio Moura

Publicações

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *